loader image
Pular para o conteúdo

Categoria: Notícias

Escolegis realiza aulão para concurso público da SEED

Com o edital iminente da Secretaria de Estado da Educação e Desportos (SEED) na praça, a Escolegis (Escola do Legislativo) realiza na sexta-feira (25), das 14h às 17h, aulão preparatório – online e gratuito – com os conteúdos programáticos de Português, do Regimento Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Estado de Roraima (Lei Complementar nº 53/2001) e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9.394/96).

No evento, com transmissão ao vivo pela TV Assembleia – canal 57.3 e pelo Facebook e YouTube (@assembleiarr), os concurseiros terão oportunidade de interagir e tirar dúvidas com os professores por meio das redes sociais. A diretora da Escolegis, Fabíola Chaves, explica que um dos objetivos do aulão é justamente aproximar os roraimenses do tão almejado cargo público.

“Mais uma vez a Escolegis está aproximando sonhos, pois esse aulão é voltado para os professores do Estado de Roraima. A SEED já lançou a banca e a partir daí nos interessou dar uma assistência a eles que vão fazer esse concurso”, disse.

Atenta às demandas da população, a Escolegis já contemplou preparatórios para seleções da área policial, vestibulares e até para o temido exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), somente neste semestre. Segundo a servidora pública, Mirian Santos Vieira, a instituição tem se notabilizado por oportunizar igualdade de condições entre os concorrentes.

“Eu acho muito importante essa preocupação da Escolegis com as pessoas que não têm condições financeiras de pagar um cursinho preparatório, e eu acho isso muito bom para que todos possam ter acesso e ser uma coisa igualitária na hora de fazer a prova”, afirma.

Mirian – que concilia as atribuições do seu cargo de cuidadora numa escola, a conclusão do curso de Letras e os estudos para concursos públicos – aguarda o certame da SEED com muita expectativa, pois pretende lograr êxito num concurso na sua área de formação.

“Há algum tempo presto concurso para carreiras diferentes, às vezes carreira policial, às vezes carreira da educação, e esse, especificamente, da educação em Roraima, é um concurso que eu tenho aguardado há algum tempo, pois embora eu não esteja formada ainda, curso Letras – Português –  na UFRR, ainda assim, eu já estou me preparando para esse concurso na minha área”, conta.

Para quem quer garantir a uma boa classificação na prova, o reforço numa disciplina como português, vai além das regras gramaticais, assegura a professora, Giselle Bispo. “O português é sempre muito importante, pois tem a gramática, mas tem a interpretação de texto, e isso pode ajudar não só na prova de português, mas também na interpretação dos enunciados de uma legislação, por exemplo. Então a disciplina está em todas. É importante para o concurso, para o vestibular e para a própria vida”, ressalta.

Na batuta da disciplina desde 1998 e com vasta experiência em preparatórios, Bispo confessa que ministrar esse aulão traz uma dose extra de responsabilidade e satisfação, pois sabe como é estar do outro lado se preparando para um concurso da educação e o que essa aprovação pode representar na vida desse professor.

“Esse concurso tem um gostinho especial para mim, porque é um concurso pros meus colegas, para ajudá-los a entrar na profissão de forma justa. Independentes, ganhando estabilidade, porque muitos estão esperando esse concurso já há muito tempo. Eu sou prova viva dessa conquista, pois eu já sou concursada, tenho a minha independência, minha estabilidade e eu quero ajudar outros colegas a alcançarem seus objetivos, terem orgulho total da profissão”, pontua.

Se o português é a disciplina mais cobrada nas seleções, a Lei 9.394/96, a LDB, é sem dúvida a norma base nos concursos da educação. Diante desse desafio, o professor, Gibton Pereira, esclarece que a estratégia será ressaltar os principais aspectos da legislação e explorar a resolução de questões no aulão. “Nós preparamos uma aula bem didática com os principais tópicos da lei, aquilo que se repete muito em concurso e ao final dedicamos um tempo da aula para resolução de questões”, conta.

Há dois anos dedicando-se a essa área do direito, o educador aponta que a vocação de aprender do público-alvo é um dos diferenciais nesse tipo de preparatório. “Tenho me dedicado a essa área, e eu tenho certeza que quem está prestando esse concurso vem com a vontade de aprender. Então nós vamos unir isso com a dinâmica da aula, focando nessa aprovação”, ressalta.

Continuar a aprender, inclusive, foi uma das razões que fez o sociólogo de carreira, Gabriel Fortes Normanton, voltar aos bancos da faculdade para prestar concurso para a SEED. Atualmente cursando História, o sociólogo espera que junto com a sua aprovação venha a oportunidade de desempenhar um trabalho que é o alicerce da sociedade.

“O que esse concurso traz é a certeza para o servidor realizar um ótimo trabalho trazendo qualidade para educação, pois o professor é a base para uma boa educação e a sua valorização é fundamental”, disse.

O aulão também esmiuçará uma das normas mais frequentes nos certames em Roraima, a Lei Complementar nº 053/2001, que rege, por exemplo, as formas de ingresso e de desligamento do cargo público. As diversas modalidades podem confundir até mesmo o concurseiro prevenido. Por isso, a professora da matéria, Gislayne de Deus, elucida que o foco da sua aula será na diferenciação desses conceitos.

“A intenção é trazer muitas dicas dos temas mais cobrados nas provas. A principal dúvida em relação ao regime jurídico é distinguir as formas de provimentos, como você entra no cargo, e as formas de vacância, a forma que o cargo vai ficar vago, pois são várias e isso gera muita dúvida nos alunos”, enfatiza.

As dicas e as resoluções de questões facilitam a assimilação dos assuntos. Todavia, de acordo com a docente, o principal conselho de aprovação continua a ser o de se preparar com antecedência. “A principal diferença entre o candidato que passa e o que não passa, é a preparação antecipada”, ressalta a professora.

 

Concurso SEED

O Governo de Roraima assinou contrato com o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), para a realização do concurso da Secretaria de Estado da Educação e Desportos (SEED), que ofertará 650 vagas para o cargo de Professor de Educação Básica. Além disso, o Instituto de Desenvolvimento Educacional Cultural e Assistência Nacional (Idecan) foi escolhido como banca organizadora do concurso público que ofertará 1.000 vagas para o cargo de professores Indígenas.

Texto: Suellen Gurgel

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

TV Assembleia lançará documentário em alusão aos 18 anos da Escolegis

A TV Assembleia vai lançar, nesta quinta-feira (24), o documentário ‘Escolegis: 18 anos aproximando sonhos’, que irá exibir a história da instituição de ensino da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), ao longo dos anos no Estado. A exibição será no canal 57.3 do Poder Legislativo às 13h30.

 

De acordo com a diretora da TV Assembleia, Camila Dall’Agnol, a produção documental é em celebração aos 18 anos da Escolegis (Escola do Legislativo) e contará com uma série de entrevistas com ex-diretores e presidentes. “Nós vamos contar um pouco da história, como foi início e todas as adaptações feitas ao longo dos anos para expandir o ensino à população”, explicou.

A produção também irá exibir a história do estudante Hugo Juvêncio, de 24 anos, morador do município de Uiramutã. Ele foi aluno do preparatório do Enem, promovido pela Escolegis na modalidade de ensino a distância (EAD) e foi aprovado na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), para o curso de medicina. O estudante é o terceiro de dez irmãos e o primeiro da família a ingressar em curso superior.

Este é o primeiro documentário em que o repórter Willians Dias participa da elaboração. Segundo ele, a instituição ajuda a transformar a realidade de milhares de alunos em todo o Estado que são atendidos pela escola. “É gratificante poder contar para as pessoas os resultados de um programa social que ao longo dos anos tem ajudado várias pessoas alcançar os objetivos. Isso vai além de oferecer capacitação à população, é promover cidadania por meio das ações do Parlamento”, destacou.

SESSÃO SOLENE

Na próxima quinta-feira (24), será realizado no Plenário Noêmia Bastos Amazonas, uma cerimônia de homenagens a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento da  Escolegis ao longo dos anos. O evento será presidido pela deputada Catarina Guerra (SD), atual presidente da Escolegis. A exibição do documentário é em seguida no canal da TV Assembleia (57.3). Além disso, é possível acompanhar pelo canal da SKY 357.3 ou pela página da instituição no YouTube (assembleiarr).

Texto: Bruna Gomes

Foto: Tiago Orihuela

SupCom ALE-RR

Escolegis oferta mais cinco mil vagas em cursos de idiomas, informática e serviço público

Nos dias 10 e 11 de junho, a Escolegis (Escola do Legislativo) abre inscrições para mais cursos remotos, gratuitos e com direito à certificação. São cinco mil vagas distribuídas nas modalidades de Inglês, Espanhol e Libras – Nível Avançado. Já o Nível Intermediário, conta com os cursos de Informática e de Licitações e Contratos – Práticos. Mas para quem quer ter a chance de uma formação inicial, a Escola ainda oferece os cursos de Informática Básica e o de Ética no Serviço Público.

As aulas acontecerão entre 14 a 28 de junho, e o aluno terá acesso ao material didático (apostilas virtuais e vídeos) e a um fórum de dúvidas, por meio da plataforma digital da Escola que pode ser acessada por meio site da Assembleia Legislativa (www.al.rr.leg.br), pelo aplicativo da Escola do Legislativo RR, disponíveis para baixar no Google Play, no App Store e para Smart TV.

Além de se voltar para o aperfeiçoamento do servidor público, com os cursos de Licitações e Contratos e o de Ética no Serviço Público, nesta edição o ensino continuado é destaque, o que para a diretora da Escolegis, Fabíola Chaves, significa um aprimoramento a mais àqueles que já vêm se esforçando e avançando nos cursos ofertados pela instituição.

“A gente tem dado prosseguimento nos cursos, pois isso faz parte do aprimoramento, é um aprendizado mais sofisticado, mais concreto. Pois se eu faço o curso básico e em seguida o intermediário e o avançado, eu fecho um ciclo completo e o aprendizado é muito mais envolvente”, comentou.

Ainda que não se exija qualificação prévia para a inscrição em qualquer uma das modalidades, Fabíola salienta a importância da certificação desse ciclo completo – básico, intermediário e avançado – para quem almeja uma vaga no mercado de trabalho.

“A partir do momento que o aluno está certificado, está pronto para entrar no mercado de trabalho quando as oportunidades aparecerem. Ele estuda, prepara-se e se certifica para o mercado. E se você quer fazer o intermediário, mas não tem o básico, essa certificação não vai valer, pois é preciso todos os processos de certificação”, avisou a diretora.

Um dos objetivos do curso de Espanhol (avançado), por exemplo, é que os inscritos possam atingir uma fluência que lhes permitam atuar em situações do cotidiano, tanto na forma falada quanto na escrita. Por isso, de acordo com o professor da disciplina, Daniel Juan Pavez Carrillo, o conhecimento prévio é primordial.

“É preciso primeiro ter feito os cursos anteriores, pois os cursos vão aumentando o nível e também a dificuldade. O nosso diferencial é que são aulas ministradas em espanhol nativo, que vai subindo a velocidade e a sintaxe gramatical”, salientou Carrillo.

Com o desafio de tornar as aulas a distância interessantes, o professor fala do conteúdo dinâmico e da interação realizada nas plataformas virtuais como diferenciais para a aprendizagem.

“Visamos as quatro habilidades do idioma: escrita compreensiva, auditiva e oral. O nosso material é baseado na minha fala que é nativa, na escrita que é o Espanhol, acompanhado de vídeos e nas atividades de compreensão, com todos os presentes na plataforma para interagir comigo. O aluno vai perguntando e eu vou esclarecendo suas dúvidas, nisso se produz uma troca muito interessante”, detalhou o professor.

Inscrições

Os interessados nos cursos podem se inscrever no site da Assembleia Legislativa (www.al.rr.leg.br), de quinta-feira (10) até sexta-feira (11), clicando no banner da Escolegis, sendo redirecionados para a plataforma dos cursos. Cada modalidade conta com 714 vagas e é permitido escolher até três cursos da grade ofertada.

 

Texto: Suellen Gurgel

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Escolegis realiza palestra sobre educação financeira nesta sexta-feira (28)

A Escolegis promoverá nesta sexta-feira (28) uma palestra com o tema “Educação Financeira – aprenda a cuidar do dinheiro para conquistar seus sonhos”. O evento é voltado aos servidores do Poder Legislativo, mas a população em geral poderá acompanhar ao vivo por meio da TV Assembleia, canal 57.3, e nas redes sociais da instituição.

O evento será realizado em alusão a Semana Estadual de Educação Financeira e terá como palestrante o consultor financeiro, Kildo Neto. Ele vai dar orientações sobre como gerenciar as finanças e despesas.

De acordo com a diretora da Escolegis, Fabíola Chaves, os servidores poderão aproveitar para sanar dúvidas durante a palestra, que tratará também sobre as questões relacionadas ao endividamento. “Nós temos uma preocupação não só com a população, mas com o servidor da Assembleia também. Na palestra vamos aprender como poupar e como podemos administrar de uma forma equilibrada o nosso dinheiro”, disse.

A organização financeira é fundamental para enfrentar os momentos de crise. Durante a pandemia, uma pesquisa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), apontou que mais da metade dos brasileiros entrou em crise sem reserva de emergência. Ou seja, além da renda afetada, muitas pessoas não tinham dinheiro extra para atravessar o período turbulento.

O consultor financeiro Kildo Neto, destacou a importância deste tema ser discutido com todos. “Neste período de pandemia as pessoas precisam se organizar financeiramente para realizar seus objetivos. Nós vamos orientar como exercitar a educação financeira no trabalho e em casa. As pessoas devem se planejar para qualquer eventualidade”, orientou.

A palestra educativa será realizada nesta sexta-feira (28) a partir das 11h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa de Roraima. Os servidores da Casa poderão participar presencialmente, respeitando as medidas sanitárias de prevenção, como o distanciamento social, impostas pela pandemia da covid-19. Já a população em geral que queira assistir a palestra poderá acompanhar ao vivo no canal (57.3) e nas redes sociais do parlamento roraimense (@assembleiarr).

Texto: Bruna Gomes 

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Aulas dos cursos ofertados pela Escolegis estão disponíveis até segunda-feira (24)

As aulas dos cursos virtuais oferecidos pela Escola do Legislativo encerram nesta segunda-feira (24). Durante o período de matrículas mais de dez mil pessoas se inscreveram nos cursos EAD (Ensino a Distância), nas modalidades de idiomas, educação e administração.

Neste ano a Escolegis tem levado capacitações a milhares de pessoas em todo o Estado. No início deste mês foram ofertadas cinco mil vagas para os sete cursos disponibilizados na plataforma virtual da Escolegis. Em apenas dois dias, a instituição recebeu 10.033 inscrições, sendo o curso de Licitações e Contratos Básicos, a qualificação mais procurada pela população.

De acordo com a diretora da Escolegis, Fabíola Chaves, os sete cursos oferecidos pela instituição no mês de maio atendem às solicitações recorrentes da população. “Desta vez ofertamos módulos de Inglês, Espanhol e Libras intermediário. A Escolegis também inovou ao oferecer o curso de Licitações e Contratos Básicos abertos à população e aos servidores públicos”, destacou.

Segundo a diretora, o intuito da instituição é levar qualificação gratuita e de qualidade para a sociedade em geral. Todos os alunos recebem certificados ao concluir o curso. “Nós tivemos mais de dez mil inscrições. Isso mostra que as pessoas estão buscando se aprimorar, e este é o nosso objetivo, que os roraimenses estejam cada dia mais preparados para o mercado de trabalho”, finalizou.

As aulas iniciaram no dia 10 de maio e seguem disponíveis na plataforma virtual da Escola do Legislativo até as 23h59 desta segunda-feira (24). Durante todo o curso os alunos tiveram acesso aos vídeos, exercícios e apostilas.

“A turma também pode tirar as dúvidas com os professores por meio de um fórum. Em breve a Escolegis deve ofertar mais cursos profissionalizantes para a população”, anunciou a diretora.

 

Texto: Bruna Gomes

Foto: Jader Souza

SUPCOM ALE – RR

Escolegis alcança 10 mil inscrições em cursos virtuais

Em casa, olhos fixos na tela de um computador, cadernos e canetas descrevem o plantonista Leonardo Lourenço, 31 anos, que começou a estudar espanhol intermediário da Escolegis. Esta é a primeira vez que ele cursa a modalidade, movido pela vontade de se comunicar com os colegas de trabalho que são venezuelanos. Ontem (10) começaram as aulas virtuais pelo site (https://escola.al.rr.leg.br) e encerram no dia 24 deste mês.

Ele trabalha na montagem de refeições em uma empresa que fornece esse item para os abrigos venezuelanos. “Para aprimorar e desenvolver um segundo idioma, até porque onde trabalho interajo com 90% de venezuelanos e a partir deles que surgiu esse interesse para melhorar a comunicação, já que eles não têm domínio tão bom do nosso idioma, é uma troca cultural”, contou.

Para ele, o ensino a distância ajuda a conciliar os horários do trabalho e os estudos. O aluno também se inscreveu nos cursos de Redação Oficial e Licitações e Contratos Básicos.  ”É gratificante ter essa troca pela questão de juntar o útil e o agradável, também mostrar mais esforço porque compreendo que além de mim, tantos outros, buscam o engajamento principalmente nesse cenário da pandemia que não é fácil para ninguém”.

O professor de Espanhol, Daniel Juan, explicou que as aulas são interativas com vídeos, exercícios e apostilas. Além disso, os alunos podem tirar as dúvidas pelo fórum da plataforma. “Na realidade, eu não procuro passar um conteúdo tão extenso gramaticalmente, mas sim a parte da pronúncia e as dicas para falar espanhol”.

A Escolegis ofertou semana passada cinco mil vagas para sete cursos virtuais na área de idiomas, administração e educação. Em dois dias, a instituição alcançou 10.733 inscrições. Licitações e Contratos Básicos foi a modalidade mais procurada pela população.

Como acessar os cursos virtuais: 

Para acompanhar as aulas, o aluno precisa acessar o site (https://escola.al.rr.leg.br/). No login, basta digitar o número completo do CPF acompanhado de @escola.al.rr.leg.br). A senha são os seis primeiros números do CPF. Após o estudante concluir o curso, a plataforma disponibilizará o certificado.

Texto: Vanessa Brito 

Foto:  Jader Souza  

Servidores do ex-Território de Roraima recebem apoio técnico na Escolegis

Há um mês, após um acordo de cooperação firmado entre Assembleia Legislativa, Governo do Estado e Defensoria Pública do Estado (DPE), os servidores do ex-Território de Roraima, que buscam o direito de fazer parte do quadro de funcionários efetivos da União, recebem apoio técnico no prédio da Escolegis, na avenida Venezuela, número 1645, no bairro Liberdade, de segunda-feira a quinta-feira, das 8h às 13h.

Mais de 1.500 pessoas procuraram o serviço, seja para obter informações e entregar a documentação que comprove o vínculo com a União. Para o presidente da Assembleia Legislativa, Soldado Sampaio (PCdoB), esse acordo de cooperação dá celeridade aos enquadramentos, além de corrigir uma injustiça antiga. Com isso espera-se auxiliar aproximadamente 14 mil pessoas que ainda aguardam o reconhecimento desse direito.

“O objetivo dessa força tarefa é dar celeridade no enquadramento dos servidores do ex-Território. Já atendemos mais de 1.500 pessoas e a nossa meta é atender 14 mil em breve. Este trabalho faz justiça para essas pessoas que têm o direito de ingressar como servidores da União, mas que foram injustiçados por muito tempo”, esclareceu Sampaio

Segundo o coordenador da ação, Janus Moreira, a força tarefa está recebendo a documentação das pessoas que deram entrada nesse processo e estão sendo citadas no Diário Oficial da União (DOU).

“Todas as sextas-feiras a União publica os nomes das pessoas que entregaram a documentação que comprove esse vínculo. Agora saem nessas atas se elas foram deferidas ou indeferidas, os documentos que precisam apresentar, a complementação. Aqui na Escolegis estamos atendendo todos”, explicou o coordenador.

O coordenador pontua que um dos diferenciais do atendimento é que os documentos são protocolados e enviados automaticamente para Brasília.  “A nossa equipe escaneia a documentação, protocola já no ato do atendimento e encaminha para Brasília. Nós fizemos um cadastro e agora a pessoa já saí daqui com um documento comprovando que foi protocolado no Ministério da Economia”, detalhou.

A Escolegis tem sido um importante centro de apoio para pessoas como Rozilda da Silva, 61 anos, que trabalhou na Escola Estadual Hildebrando Ferro Bitencourt no período de 1992 a 1993. Para ela, recorrer a um polo de atendimento sem burocratização e cumprir todas as etapas é satisfatório.

“Ontem chegou no meu e-mail meu nome para dar entrada na documentação. O atendimento somente aqui é muito bom para nós, pois a gente não fica correndo de órgão em órgão. Eles explicam direitinho onde você tem que pegar toda a documentação, gostei demais”, afirmou.

Já Cícera Maria de Sousa, 44 anos, veio se informar sobre o andamento do processo da mãe dela, que foi funcionária do Hospital Geral de Roraima (HGR). Cícera tem esperança de que com essa ação conjunta entre os Poderes, a mãe possa finalmente ter o direito reconhecido.

“O nome da minha mãe saiu na lista no ano passado. Eu gostei muito do atendimento daqui. Com essa parceria da Assembleia Legislativa com outros órgãos, que estão batalhando para todos serem enquadrados, tenho fé em Deus que vai dar tudo certo”, declarou.

ENQUADRAMENTO

Para requerer o enquadramento, é preciso ter prestado serviço à administração pública do Ex-Território ou nas prefeituras da administração territorial, entre os anos de 1988 a 1993. Não é preciso ter passado em concurso público, mas exige que tenha trabalhado, pelo menos, 90 dias consecutivos à época.

Aproximadamente 14 mil pessoas serviram ao Estado de Roraima entre 1988 a 1993. Até o momento, cerca de 300 pessoas tiveram esse direito reconhecido, quatro mil entregaram a documentação e 1.800 foram notificados.Texto: Suellen Gurgel

Foto: Tiago Orihuela

SupCom ALE/RR

Escolegis oferta cinco mil vagas em cursos de idiomas, educação e administração

A Escolegis (Escola do Legislativo) vai ofertar cinco mil vagas para sete cursos virtuais nas áreas de idiomas, educação e administração. A população pode se inscrever nesta quinta-feira (6) e sexta-feira (7), no site da Assembleia Legislativa de Roraima (al.rr.leg.br).
A proposta da instituição é levar a educação para a comunidade que pode se qualificar gratuitamente, explicou a diretora Fabíola Chaves. “Os cursos têm certificação, que vão te levar cada vez mais ao aprimoramento e uma colocação maior no mercado de trabalho. Não fique de fora, faça a sua matrícula”.
Nesta edição, a novidade são as disciplinas de Redação Oficial e Licitações e Contratos Básicos para os servidores da Assembleia Legislativa de Roraima, também aberto ao público. “É uma necessidade contínua dos servidores saberem todos os termos ortográficos, expressarem a escrita por meio de ofícios, memorandos e tudo de uma forma adequada. Assim também como todo órgão precisa saber a base da licitação”.
As aulas começam no dia 10 e encerram no dia 24 deste mês, disponibilizadas na plataforma de ensino à distância da Escolegis. Os alunos terão acesso aos vídeos, exercícios e apostilas. Ao mesmo tempo, a turma poderá tirar as dúvidas com os professores por meio de um fórum. Após o aluno concluir o curso, a plataforma disponibilizará o certificado.
Confira os cursos que serão disponibilizados:
– Inglês Intermediário – 30h Espanhol Intermediário – 30h
– Libras Intermediário – 40h
– Licitações e Contratos Básicos – 20h
– Redação Oficial – 20h
– Rotinas de Trabalho para Secretária Executiva – módulo II – 20h
– Técnicas de Recepcionista para Clínicas Médicas e Odontológicas – módulo II – 20h
Texto: Vanessa Brito
Foto: Jader Souza

Escolegis realiza aulão virtual com foco no vestibular da UFRR

Na tarde desta sexta-feira (30), a Escolegis realizou o terceiro Aulão Que Aproxima Sonhos. As aulas foram direcionadas aos estudantes que farão a prova da Universidade Federal de Roraima no próximo domingo (2). Os vestibulandos puderam acompanhar a TV Assembleia (canal 57.3) e nas redes sociais (@assembleiarr).

De acordo com a presidente da Escolegis, deputada Catarina Guerra (SD), os aulões democratizam o acesso à educação, principalmente neste momento de pandemia. “Nós sabemos da importância de conquistar uma vaga na tão sonhada universidade e pensando nesses alunos, nós preparamos esse aulão com os professores mais capacitados para levar conhecimento a esses alunos”.

As disciplinas ministradas foram de literatura, gramática, geografia, história, química, física e matemática. Os professores das áreas de linguagem, ciências humanas e ciências da natureza intercalaram os assuntos para levar mais conhecimento aos alunos. Segundo a diretora da Escola do Legislativo, Fabíola Chaves, essa dinâmica facilita o entendimento pelos alunos. “O objetivo da Escolegis é esse, aproximar esse vestibulando dos conteúdos e garantir a aprovação dele no vestibular”.

O professor Felipe Santos ministrou as aulas de geografia, e destacou a importância dessas dicas nesses momentos antes da prova. “Infelizmente a pandemia desnivelou o nível educacional e esse aulão permite que os alunos tenham informações sobre os principais conteúdos que costumam cair na prova do vestibular”.

O Aulão Que Aproxima Sonhos especial de vestibular foi realizado em parceria com o cursinho Acadêmico News, instituição que é referência na educação preparatória em Roraima, e que cedeu os professores para as aulas. Max Elison é coordenador administrativo da instituição, e comentou sobre a parceria com a Escolegis. “Nós sabemos que as aulas transmitidas vêm ganhando notoriedade, e com esse aulão poderemos levar esses conhecimentos para os quatro cantos do estado”.

Esta é a terceira edição do Aulão Que Aproxima Sonhos, e de acordo com a deputada Catarina Guerra, em breve outras edições devem ocorrer para auxiliar todos os estudantes e concurseiros. “Nós estamos sempre atentos às solicitações dos alunos e neste ano, outros aulões virtuais devem acontecer”.

Texto: Bruna Gomes 

Foto: Marley Lima 

Escolegis anuncia 8 mil vagas em cursos para a comunidade

A Escola do Legislativo (Escolegis) vai disponibilizar 8 mil vagas em cursos virtuais para a população, nas áreas de educação, administração, redes sociais e idiomas. Quem tiver interesse pode se inscrever gratuitamente nas próximas segunda (15) e terça-feira (16).

Serão disponibilizados os cursos Educação Especial módulos I, II e III, Libras (Língua Brasileira de Sinais), Marketing para as Redes Sociais, Técnicas para Garçons I e II, Auxiliar Administrativo Comercial, Auxiliar Administrativo de Departamento Comercial. Na área de idiomas, foram ofertados cursos de Inglês e Espanhol de nível básico. Cada modalidade terá 727 vagas disponíveis.

A inscrição deve ser feita no site da Assembleia Legislativa (www.al.rr.leg.br). Podem participar pessoas acima de 14 anos. As aulas começam no dia 18 deste mês e encerram dia 1º de abril, com direito a certificação. Os alunos terão acesso ao material didático e vídeos na plataforma de ensino a distância. Por meio de um fórum, os professores esclarecerão as dúvidas da turma.

Segundo a deputada Catarina Guerra (SD), nova presidente da Escolegis, a instituição está sendo reestruturada e em breve deve se expandir para mais alunos. A plataforma virtual será mantida e, quando possível, as aulas presenciais serão retomadas. “Nós estamos construindo uma nova roupagem, para oferecer melhores cursos preparatórios e treinamentos, buscando sempre ouvir a população para atender os anseios dela e as necessidades de cada polo, seja na capital ou interior”.

Reestruturação

A grade de cursos da Escola do Legislativo está sendo reformulada. Sob nova presidência, a instituição retomará sua finalidade principal: o aprimoramento dos servidores da Assembleia Legislativa de Roraima, além de manter cursos profissionalizantes e preparatórios para a comunidade.

“Em breve iremos oferecer novos cursos na plataforma virtual. Neste ano, nosso objetivo principal é superar nossas metas levando educação à sociedade com competência e qualidade”, disse a diretora da Escolegis, Fabíola Chaves.

Um exemplo de trabalho da Escola do Legislativo voltado para o servidor ocorreu no início deste mês, com o Seminário de Recepção Multifuncional Legislativa aos novos servidores da Casa, empossados no início deste mês.

 

Texto: Vanessa Brito

Foto: Supcom ALE-RR

Enviar mensagem
Alguma dúvida? Fale Conosco
Olá, podemos ajudar?